© 2018 por Eveli Alexandre. 

PALESTRANTES CONFIRMADOS

Alexandre Siqueira Guedes Coelho

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Goiás (1990), Mestrado em Genética e Melhoramento de Plantas pela Universidade Federal de Goiás (1995) e Doutorado em Agronomia (Genética e Melhoramento de Plantas) pela Universidade de São Paulo (ESALQ/USP) (2002). Atualmente é Professor Associado na Escola de Agronomia, da Universidade Federal de Goiás. Atua na área de Estatística e Bioinformática aplicadas à Genética e à Genômica de plantas.

Alexandre Hild Aono

Área de Pesquisa: Bioinformática aplicada à Genética Vegetal; Aprendizado de Máquina e Redes Complexas aplicados a dados de sequenciamento de nova geração; Análise Metagenômica de Comunidades Bacterianas; Processamento de Imagens Biológicas.

Esteban Fernando Rios

Dr. Esteban Fernando Rios (@ForageBreeding on Twitter) is an Assistant Professor in Forage Breeding and Genetics in the Agronomy Department at the University of Florida since March 2017. Dr. Rios holds MS and PhD degrees in the area of forage breeding and genetics from the University of Florida. He has worked with tropical grasses in the genus Paspalum breeding for improved forage traits and seed production, and alternatively for turf performance under low-maintenance conditions. Dr. Rios leads the Forage Breeding and Genetics Lab through an integrated research approach that includes controlled lab experiments, manipulated greenhouse and field experiments, and on-farm testing. The focus of his research program aims to address the following specific objectives:

1. Harnessing phenotypic and genetic diversity in forage gene banks.

2. Investigate the application of novel breeding/genetic tools in forage breeding.

3. Implement the use of high-throughput phenotyping methods in forage breeding.

Dr. Rios teaches three graduate-level courses and he has mentored 26 undergrad and graduate students, including 4 PhD sandwich students from Brazil. HIs areas of expertise and instruction are genetics, plant breeding and experimental designs.

Gabriel Rodrigues Alves Margarido

Graduado em Engenharia Agronômica pela ESALQ/USP, possui Doutorado Direto em Genética e Melhoramento de Plantas pela mesma instituição e pós-doutorado na Microsoft Research. Sua linha de pesquisa atual está concentrada em análises genômicas de espécies com genomas complexos, em particular os poliploides. Desenvolve trabalhos voltados à genotipagem quantitativa e genômica funcional de cana-de-açúcar, com os objetivos de compreender os mecanismos de expressão gênica nesse organismo e identificar genes de interesse para o melhoramento genético.

Luiz Antônio dos Santos Dias

L.A.S. Dias tem experiência em Agronomia, com ênfase em Agroenergia, Biometria e Melhoramento Genético de plantas, como cacau e oleaginosas e Redação Científica.

Maria Leticia Bonatelli

Atuo na área de divulgação científica desde 2014, quando iniciei o projeto de divulgação científica “Ciência Informativa”, em parceria com a Sociedade Americana de Microbiologia. Desde 2016 ministro cursos e palestras voltadas para a capacitação de alunos e professores na divulgação e comunicação científica. Em 2018 recebi o título de especialista em Jornalismo Científico pelo Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo na Universidade Estadual de Campinas e, paralelamente, realizei Pós-Doutorado em Jornalismo Científico na Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”. Atualmente, participo dos projetos de extensão em divulgação científica DivulgaMicro (http://divulgamicro.com.br/) e o IGNITE (https://ignitescicomm.com/).

Patrícia Sanae Sujii

Professora na Faculdade de Saúde do Centro Universitário do Distrito Federal (UDF). Trabalha com divulgação científica desde 2014, no projeto Ciência Informativa. Redigiu 45 matérias de divulgação científica e ministrou aulas em sete workshops do tema. Faz pesquisa nas áreas de aplicações de ilustrações para ensino e divulgação científica e de genética de populações, com enfoque em conservação e restauração ecológica.

Roberto Fritsche Neto

Área de pesquisa: Genômica quantitativa, duplo-haploides e fenotipagem de alto rendimento aplicados ao melhoramento do milho tropical para eficiência no uso de nitrogênio. 

Vania Cristina Renno Azevedo

Bacharel e licenciada em Ciências Biológicas (2002), bacharel em Administração (2011) e doutora em Biologia Molecular (2007) todos pela Universidade de Brasília (UnB). Pesquisadora da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia desde 2007, lotada no Laboratório de Genética Vegetal. Atuou na Supervisão de Curadoria de Germoplasma da Embrapa (2011 a 2015) e liderou a Rede Vegetal (2012 e 2015) e a Vertente Vegetal (2016-2018), no Portfólio de Gestão Estratégica de Recursos Genéticos para Alimentação Agricultura e Bioindústria na Embrapa. Atuou como Representante do Brasil no Grupo de Trabalho Intergovernamental sobre Recursos Fitogenéticos para a Alimentação e Agricultura (GTTI Fitogenéticos) no âmbito da Comissão de Recursos Genéticos para Alimentação e Agricultura da FAO (CRGAA-FAO) nos anos de 2016-2018. Foi curadora do Banco de DNA de Plantas da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (2009-2018). Atualmente atua como Head do Genebank no ICRISAT/CGIAR, na Índia. Coordena as atividades de conservação, caracterização, regeneração, aquisição e distribuição de germoplasma além das atividades de pesquisa em recursos genéticos. Tem experiência na área de conservação genética in situ e ex situ, caracterização molecular, genética de populações, filogenia molecular e DNA barcoding.

Cristiano Zerbato

Máquinas Agrícolas e Agricultura de Precisão, com ênfase em sensoriamento remoto agrícola terrestre e aéreo. Utilização de drones na agricultura. Recomendação de fertilização nitrogenada e identificação de pragas/doenças via índices de vegetação, os quais são gerados via sensoriamento remoto.

Moysés Nascimento
 

As pesquisas atuais estão focadas no uso da Inteligência Computacional e Aprendizado Estatístico em análises biométricas relativas a predição, classificação e reconhecimento de padrões no melhoramento genético. Faz parte do Laboratório de Inteligência Computacional e Aprendizado Estatístico (LICAE) da UFV, o qual busca formação de pessoal para a docência e pesquisa neste tema. Especificamente, o grupo busca propor e avaliar técnicas baseadas em Inteligência Computacional e Aprendizado Estatístico para a solução de problemas na agropecuária. Como resultados, são disponibilizados materiais para toda a comunidade científica, como por exemplo, artigos científicos, um livro sobre o tema: Inteligência Computacional aplicada ao Melhoramento de Plantas (Editora UFV), e um programa para análise de Seleção Genômicas, o GenomicLand.

Alexander Edward Lipka

My research plays a vital role in advancing plant breeding efforts because I develop, apply and evaluate the performance of state-of-the-art statistical and quantitative genetics analyses that quantify “genotype-to-phenotype” associations, and then interpret and disseminate the results to interdisciplinary collaborators. Advances in computational and sequencing approaches have made vast amounts of genomic and phenotypic data available for analysis. These data have the potential to not only provide biological insight into the heritable mechanisms underlying agronomically important traits, but also to shape breeding efforts so that crops can provide higher yield under increased environmental stresses brought forth by climate change. To guarantee that accurate interpretations of these data are being made, it is essential that appropriate statistical approaches are being used in the data analysis. My research program is fulfilling this need by collaborating with fellow scientists who seek to make inferences from these data and then develop the necessary statistical tools to perform analyses.

Luiz Carlos Federizzi

Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Melhoramento Genético de Plantas e Inovações da ciência e tecnologia no Agronegócio. Responsável pelo programa de melhoramento genético de aveia da UFRGS e pelo lançamento comercial de inúmeras variedades de aveia adaptadas aos ambientes subtropicais do Brasil.

Edson Luiz Furtado

Sou Engenheiro Agônomo, formado em Jaboticabal, na FCAVJ/UNESP, Especialista em Seringueira, pela UFPA, com mestrado e doutorado em Fitopatologia, com foco em Epidemiologia e Resistência às doenças.

Trabalhei 10 anos no Instituto Biológico de São Paulo, cinco anos no Laboratório Regional de Registro e cinco na Seção de Plantas Industriais, em Campinas. Atualmente, trabalho na Faculdade de Ciências Agronômicas de Botucatu/UNESP, nas disciplinas de Microbiologia e Patologia Florestal, da graduação e nas disciplinas de Fungos Fitopatogênicos, Epidemiologia e Manejo de Doenças, na Pós-graduação.

Carlos Colombo

Agrônomo com Graduação e Mestrado pela ESALQ e Doutorado pela École Nationale Supérieure Agronomique de Montpellier, é pesquisador científico do Instituto Agronômico de Campinas (IAC) desde 1989.  Tem experiência na abordagem do tema Diversidade de Recursos Genéticos de diferentes espécies vegetais para fins de conservação, manejo e melhoramento genético.  Atualmente, coordena projeto temático Fapesp sobre domesticação da palmeira macaúba (Acrocomia aculeata) para produção de energia e alimento. 

Lee Hickey

Dr Lee Hickey is a plant breeder who currently leads an applied research team that works closely with industry to improve the efficiency of crop improvement programs and develops new technologies to assist the deployment of improved varieties for farmers. He is a leader in crop genetics and plant breeding as evidenced by publications in high ranking journals for the discipline, leadership of major research grants, international speaking invitations and collaborations with leading plant breeders and plant scientists around the globe. At The University of Queensland, Dr Hickey has established a large-scale pre-breeding program for wheat and barley that is leading to impact in the Australian grains industry. He has played a pivotal role in developing breeding technologies, such as the rapid generation advance technology called 'speed breeding' – his advice is sought internationally and the technology is now adopted by plant breeding companies worldwide, which is fast-tracking development of improved crop varieties for farmers. He manages a large research team, including mentoring 19 PhD students, thus is contributing to training the next generation of plant breeders. He has mentored graduates who now work for leading plant breeding companies and high profile research institutes.

Marcos Machado

Pesquisador Científico VI do Instituto Agronômico de Campinas. Coordenador do Laboratório de Biotecnologia do Centro de Citricultura, em Cordeirópolis. Exerce ainda a função de Diretor do Centro de Programação de Pesquisa do IAC. As principais linhas de pesquisa incluem estudos da interação de citros e seus patógenos, com foco na integração melhoramento genético e genômica. Com apoio do CNPq e FINEP coordenou projetos apoiados pelo PADCT II, Pronex, BioEx, RHAE e Instituto do Milênio. Na FAPESP coordena projetos temáticos e individuais. Participa como Orientador de Mestrado e Doutorado em Cursos de Pós Graduação da Unicamp (Genética / Biologia Molecular e Biologia Funcional e Molecular) e Unesp (Genética) Coordena o INCT de Genômica para o Melhoramento de Citros. Membro titular da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e Membro do Comitê Assessor de Biotecnologia (CA-BI) do CNPq. Atual Diretor Geral do Instituto Agronômico de Campinas. 

 

Como pesquisador atua nas áreas de melhoramento e biotecnologia de citros para resistência a doenças, com foco nos estudos de genética e genômica na interação de genótipos de citros com diferentes patógenos. 

Marco Pessoa

Pesquisador na Embrapa Cerrados. Mestre e Doutor em Biologia Molecular pela Universidade de Brasília. Meu foco de pesquisa é na aplicação de genômica em genética e melhoramento de forrageiras tropicais. Tenho experiência no desenvolvimento e uso de ferramentas moleculares em pré-melhoramento e melhoramento de culturas como arroz, soja, mandioca e braquiária. 

Cosme Damião

As pesquisas atuais estão focadas no uso da inteligência computacional  (IC) em análises biométricas relativas a predição, classificação e  reconhecimento de padrões no melhoramento genético. O nosso  laboratório preocupa-se com a formação de massa crítica neste tema e,  assim, vem contribuindo com publicações relevantes na área, com a  disponibilização de disciplinas formadoras em IC na pós-graduação, a  elaboração de livro texto e, principalmente, pelo desenvolvimento de  aplicativos computacionais que viabilizam o uso de tais técnicas em  trabalhos rotineiros de melhoramento genético. Neste contexto,  destaca-se o programa Genes (https://www.facebook.com/GenesNews/) que  é um aplicativo gratuito para análises genéticas que agrega  procedimentos de inteligência computacional  tendo mais de 3300  seguidores e colaboradores representando a participação efetiva de  profissionais de mais de 40 países, sendo a maioria melhoristas.

Manfred Schmid

Desenvolvimento de software e consultoria em agroinformática

Vania Moda Cirino

Engenheira Agrônoma graduada pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – ESALQ-USP em 1978.  Mestre e Doutor em Agronomia pelo Departamento de Genética da ESALQ-USP em 1984 e 1987, respectivamente. Especialista em melhoramento genético de feijão pelo Centro Internacional de Agricultura Tropical – CIAT, Cali-Colômbia em 1987.  Pós-doutorado em manipulação genética de plantas leguminosas de 1992 a 1994, pelo Consiglio Nazionale delle Riccerche  - CNR, Istituto di Biologia e Biotecnologia Agraria – IBBA, Roma – Itália. Pesquisadora do IAPAR na Área de Melhoramento e Genética Vegetal desde 1986 até a presente data. Atua como Docente permanente do curso de pós-graduação em Agricultura Conservacionista do IAPAR, na área de genética, melhoramento de plantas e biotecnologia.  Membro da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança – CTNBio/MCTIC, no período de 1998 a 2004  e de  2005 a 2007 como representante da comunidade cientifica na área vegetal e de 20014 até a pressente data  como  representante do Ministério das Relações Exteriores – MRE. Membro do Conselho Técnico Cientifico - CTC do IAPAR por dez gestões,  incluindo a atual. Líder do Programa Feijão do IAPAR desde Fevereiro de 2011.  Participa da autoria de 27 cultivares de feijão desenvolvidas pelo IAPAR, sendo responsável técnica pela obtenção de 23 cultivares, destacando-se dentre elas a cultivar IPR Uirapuru, lançada em 2000 e ainda cultivada em larga escala até hoje, em virtude da tolerância ao calor, déficit hídrico, solos ácidos e excelente qualidade culinária.

Ben Vosman

Dr. Ben Vosman has 35 years of experience as researcher. At present he is leading a research group on non-host and insect resistance in cultivated crops with a focus on Brassica, Allium and Solanaceous species. He is leader of several research projects, including multi partner projects. He has 140 publications in peer reviewed journals, which provide him with a Hirsch index of 46 and a total of 6835 citations (Scopus 12/04/2019). He has been supervisor of several master and PhD students. His research is embedded in the research school Experimental Plant Sciences (EPS).

Carlos D. Messina

Charlie Messina is a Research Fellow with Corteva, located in Johnston Iowa since 2004. He has Agronomy and MSc degrees from the University of Buenos Aires and a PhD in Ag and Biological Engineering from the University of Florida. His major research interests include: a) fusion of biological models and statistical learning methodologies to increase limits of predictability in dynamic agricultural systems; b) physiology and genetics in maize; c) development and application of mathematical models for prediction and analyses of agricultural systems response to environmental change. In his current role, he leads the Cropping Systems initiative and modeling team. During his tenure at Corteva he contributed to the development and launch of AQUAmax, the development of Encirca® N product, and advanced prediction methodologies. He represents Corteva in International research consortiums and lead collaborations with leading institutions in Agriculture. He represents the Industry sector as elected representative of the Crop Science Society of America, and the North America Plant Phenotyping Network. He gave numerous invited lectures worldwide including the Elmer G. Heyne Distinguished Crop Science Lecturer. His research team is widely recognized as reflected by an h-index of 29 and RG index of 31.6. He is strong advocate for equal opportunity, diversity and inclusion; he led the Pioneer Latin Network from 2007 and 2008.

Idupulapati M. Rao

Dr. Idupulapati Rao is an Emeritus Scientist (Plant Nutritionist and Physiologist) at the International Center for Tropical Agriculture (CIAT). He has experience across a wide range of agricultural research areas including plant physiology, plant nutrition, agronomy, plant-soil-livestock-climate interactions, and climate change, mostly related to the sustainable intensification of crop-livestock systems especially for smallholders in marginalized environments. He has extensive scientific background with more than 38 years of experience in the implementation of agricultural research and research for development. He worked for about 10 years at the University of Illinois and the University of California before joining CIAT in 1989. He worked at CIAT for 27 years and has contributed to the development of abiotic stress (soils and climate)-adapted tropical forage options and common bean breeding lines for sustainable intensification of crop-livestock systems in the tropics. He worked as principal investigator or co-investigator on more than 40 international research projects. He has published 208 journal articles, 65 book chapters and 68 papers in conference proceedings.